Imobiliária Patroni

Switch to desktop Register Login

Avalie este item
(0 votos)

O Corretor de Imóveis

Qual é o melhor corretor, ou a melhor imobiliária? É a mais bonita? A melhor equipada? É um corretor antigo e amigo em quem se confia? O homem realiza sonhos de várias maneiras. Uma viagem, um carro novo, o nascimento de um filho, o término de uma faculdade, um emprego, a conquista do coração de alguém etc. E onde entra a personagem do corretor?

Ele participa dessas alegrias: a compra do bem e a realização do sonho. Não existe uma só pessoa no mundo que não quis construir ou comprar uma casa. É o bem mais desejado.

Qual é o perfil do corretor ideal, ou da melhor empresa? O que dá sempre certo é a simpatia e o sorriso. Essa primeira impressão vale ouro. Depois vêm os alicerces do sucesso: competência, idoneidade, honestidade e tradição. O preço do imóvel nem sempre está em primeiro lugar. Muita gente desdenha os corretores. Se o motivo não for decorrente de experiências desastrosas, fica então por conta do costume e da cultura, e ainda, porque proprietários e compradores ignoram a utilidade dos seus serviços.

Um bom corretor alivia tensões, afasta obstáculos, dá segurança, acelera os negócios, e, principalmente, funciona como pára-choques entre o vendedor e o comprador, aparando as asperezas de uma negociação. O que mais dizer dos corretores? Eles não têm salário, mas têm despesas, e muitas. Uma coisa boa no trabalho do corretor é que não há rotina; cada dia é uma história. E faz muitas amizades.

Para exercer a profissão é necessário fazer o curso de Técnico de Transações Imobiliárias, prestar exames e, se aprovado, fica credenciado pelo Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (Creci). Embora seja fácil e barato o credenciamento, as dificuldades vêm depois. Para alcançar sucesso é preciso dedicação extrema, profundo conhecimento técnico, e responsabilidade, razão porque só os verdadeiros profissionais sobrevivem nesse mercado.

E vai um recado. Quem desconhece o trabalho do corretor nem imagina o quanto é útil sua participação na realização de um negócio. Infelizmente poucas pessoas sabem disso, ou não percebem, ou não lhe dão o devido valor. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o corretor trabalha muito, mas, por mais que trabalhe e invista tempo e dinheiro na divulgação de um imóvel, nem sempre ganha,

Os ganhos dos corretores vêm das comissões sobre vendas que realizar ou delas participar. Se os ganhos são incertos, as despesas não são. Corretor bem sucedido nasce para ser corretor, está em seu DNA esse gosto para negócios. Não dá para fazer outra coisa. Fazer dessa atividade um bico não dá certo. É bom lembrar que no mundo imobiliário nem sempre experiência e número de salas constituem aval para bons negócios. Uma imobiliária pequena, simples, de uma sala só, pode realizar negócios seguros como uma de grande porte. Sucesso no mundo imobiliário é como pescaria: insistência, silêncio, boa isca, local e apetrechos da melhor qualidade.

Plínio Montagner é pedagogo e ex-corretor. E-mail: plíO endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

Administrador

Conteúdo do Usuário do Sistema

Entre para postar comentários

Desenvolvido por Oficina da Imagem | Dezembro de 2012

Acima Desktop version