Imobiliária Patroni

Switch to desktop Register Login

Avalie este item
(0 votos)

Não confunda corretor de imóveis com corredor de imóveis Destaque

É isso mesmo, não vamos confundir o corretor com o corredor de imóveis, o primeiro muito importante e este último não serve pra muita coisa, não é mesmo?
O corredor não tem muita utilidade, normalmente, só liga a parte social do imóvel aos quartos de dormir e no máximo dá para colocar um guarda-roupa embutido para guardarmos tudo que nos é supérfluo.

Ao revés, o corretor de imóvel é fundamental para todos os tipos de negócios imobiliários, comerciais ou residenciais, seja compra e venda, locação, avaliação patrimonial, permuta e até mesmo na construção. Todos, sem dúvida, um dia precisaremos de um corretor para nos auxiliar já que a moradia é a dignidade e uma necessidade básica do homem.

A profissão do Corretor de Imóveis no Brasil vem desde o tempo da colonização, onde as pessoas ganhavam a vida conseguindo pousadas para os desbravadores do Brasil, tratando-se de uma atividade que visa o desenvolvimento, o progresso e a concretização dos ideais de um país. Pode-se afirmar, de maneira figurada, que Pero Vaz de Caminha deu início às atividades de corretagem, ao escrever para Portugal o Novo Mundo, atuando como um Corretor de Imóveis.

Costumo comparar o corretor imobiliário ao, hoje quase extinto, médico de família. Nós não nos consultamos com qualquer profissional e uma vez indicado a fazer um trabalho com ele, nunca mais trocamos, portanto, é profissão que envolve fidúcia e, acreditem, o corretor regulamentado tem preparo e subsídios suficientes para indicar onde existe uma boa oportunidade e qual é o bom e o mau negócio ao cliente.

A profissão de corretor de imóveis é regulamentada desde 1978 (Lei 6.530/78) graças ao enorme esforço de entidades como o Sindimóveis - Sindicato dos Corretores de Imóveis do RJ.

O Conselho do Rio de Janeiro foi o primeiro do Brasil, por isso é chamado de 1a Região, seguido por São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e outros. Hoje conta com 25 conselhos regionais em todo o Brasil. No Estado do Rio, o CRECI-RJ conta com 32 sub-regiões e 24 delegacias em todo o estado.

Aliás, quanto ao tema, uma ótima novidade: o CRECI-RJ vem fazendo um trabalho honorável nos últimos anos, aumentando a fiscalização dos corretores zangões (que não possuem registro e qualificação para assessorar o cliente), ministrando cursos, atualizações e dando suporte técnico e jurídico aos profissionais da área.

Não posso deixar de citar, também, o ótimo trabalho da sub-região da Barra da Tijuca, que acompanho de perto, pois vem investindo esforços magníficos, através de seu delegado, no intuito de esclarecer e orientar os novos estagiários e corretores sobre como é o trabalho de corretor em relação ao seu potencial de crescimento e sobre a importância de um trabalho ético, digno e profissional. Vale lembrar que este trabalho, seja de presidente ou delegado são feitos de forma gratuita, não havendo qualquer remuneração ao profissional que dispensa seu valioso tempo em prol da categoria.

Outra novidade que vem crescendo com muita força são as associações de imobiliárias que se juntam para fomentar negócios, através de pregões semanais e, ainda, fazem uma atualização mútua e também a seus clientes a respeito das novidades e oportunidades do mercado imobiliário. Uma dessas associações, a BIB - Bolsa de Imóveis da Barra, preserva um site exclusivo onde pode-se consultar os imóveis de suas dezenas de imobiliárias associadas: www.imoveisbib.com.br, facilitando a vida do cliente pretendente ao imóvel, seja na locação ou na aquisição de unidades em todo o Brasil.

Para finalizar, gostaria de salientar que o corretor imobiliário, na sua imensa maioria é confiável, já que sofre grande fiscalização quanto à ética de seu trabalho, através dos seus conselhos regionais e do conselho federal - CRECI´s e COFECI - este último com sede em Brasília. Se não entrarem na linha podem até ser excluídos da profissão ou, caso não seja juramentado, pode ser, inclusive, preso e autuado como contraventor através do Ministério Público, pelo exercício ilegal da profissão!

Portanto, confiem seu patrimônio a um corretor juramentado, ele é a certeza de bons negócios!

Fonte: Jornal Condomínios Em Foco

Administrador

Conteúdo do Usuário do Sistema

Itens relacionados (por tag)

Entre para postar comentários

Desenvolvido por Oficina da Imagem | Dezembro de 2012

Acima Desktop version